Cirurgias Plasticas Estéticas

Mastopexia (Levantamento das mamas)


Indicação
A mastopexia é um tipo de mamoplastia redutora. É uma operação que remove o excesso de pele das mamas, que foi esticada durante a gravidez, flutuações de peso e todos os fatores que deixem a pele das mamas flácida. Os implantes mamários também podem ser usados conjuntamente com este procedimento para se obter uma forma e volume mais atraentes.

Tempo de internação
Entre 12 e 24 horas.

Tipo de anestesia
A anestesia geral, a peridural ou anestesia local com sedação podem ser utilzadas.

Técnica cirúrgica
A cirurgia é baseada na retirada do excesso de pele, associado ao reposicionamento da mama na sua localização ideal, normalmente mais alta do que está antes da cirurgia.

Dependendo do tamanho, forma e desejo de uma maior ou menor redução das mamas, além das características da pele, os cortes e cicatrizes poderão ser em “T” invertido, em “L” ou em volta da aréola.

Toda e qualquer anormalidade encontrada durante a cirurgia como cistos ou nódulos serão encaminhados para exame específico, assim como também serão examinadas as peças cirúrgicas removidas nas cirurgias redutoras ou modeladoras.

Algumas pacientes podem ser beneficiadas com uma técnica mais moderna, chamada popularmente de “autoprótese”, quando tenta se aproveitar a maior parte do próprio tecido mamário para realizar a cirurgia.

Pós-operatório
Drenos eventualmente podem ser necessários, com retirada 12 a 48 horas após a cirurgia. Os pontos são retirados entre sete e 20 dias.

Geralmente a dor depois da cirurgia é pequena. O curativo deve ser trocado pelo cirurgião no consultório nos retornos e fica em torno de 10 a 20 dias. O soutien modelador deve permanecer por dois meses.

Evolução a longo prazo
A mastoplastia redutora não é cirurgia para o resto da vida, afinal a paciente continua envelhecendo.

Alguns fatores como idade, variação do peso corporal, qualidade e textura da pele, influências hormonais, gravidez e lactação interferem nas mamas, independentemente de terem ou não sido operadas. Assim, nova cirurgia poderá ser indicada quando, com o passar do tempo, estas alterações se apresentarem, alterando o formato e/ou volume mamários.

Mas o resultado de uma mama operada é significativamente mais belo do que uma não operada, com o passar dos anos.

Desenvolvimento Digital Net